Bem vindo ao nosso blog! Navegue à vontade!

“Respeitando os biomas brasileiros, estaremos respeitando a fauna, a flora e a vida das futuras gerações, independente de serem humanas , animais , vegetais ou fontes de água.” Profª Coraci Machado

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

A flauta do tatu


O livro que li: A flauta do tau de Ângela Lago, conta a história que existia uma onça que seu prato predileto era sopa de tatu. E ainda a provocava o tatu 
Mas o tatu vivia cantado, "vou fazer uma flauta, com a canela de uma onça, que ainda banguela quer sopinha, porque não tem dente
E porque não tem dente
E porque não tem dente
E porque não tem dente, oh gente!"
E os amigos da onça escutaram e contaram  para ela. 
A onça foi escutar e ouviu e falou para acabar com a musica. O tatu falou que estava cantando outra coisa e a onça acreditou. 
Depois seus amigos falaram que era mentira e a onça foi correndo atrás do tatu, mas o tatu estava quase dentro da toca dele e a onça conseguiu pegar o rabo do tatu, mas o tatu era esperto e disse que era uma cobra.  Então a onça largou rapidamente e o tatu começou cavar para fugir. E a onça disse que ia ficar lá até ele sair da toca. Disse que ia ficar sem comer, nem beber. Então ficou até morrer. Enquanto isso, o tatu esburacou o mundo. Saiu e entrou em todos lugares da terra. Quando os ossos da onça ficaram limpinhos e brilhantes o tatu voltou e buscou os ossos para fazer uma flauta.

Alunos: João Vitor e Carlos Eduardo
Revisão: Profª Coraci

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!